Modo de vida guarani

Para que possam conhecer mais sobre o povo Guarani, preparamos quatro textos curtos sobre alguns aspectos básicos de sua cultura. Esta jamais poderá ser resumida em algumas poucas linhas, entretanto, fizemos esse exercício no intuito de apresentar um pouco do modo de vida guarani a partir do ponto de vista de nossos parceiros da Aldeia Tava’i. Com a consciência de que cada comunidade possui autonomia para elaborar a sua maneira singular de vivenciar o modo de vida tradicional, conversarmos com Marcelo Kuaray Papa, cacique da aldeia Tava’i, sobre alguns aspectos fundamentais da cultura Guarani, os quais consideramos importantes de compartilhar com todes vocês, a fim de despertar um olhar de deslumbramento e respeito.

Considerando os tempos atuais, com o retorno de projetos que tem efeitos perversos aos povos originários e à floresta, os rios, os animais, e a ignorância continuada acerca da realidade das existências indígenas, trazer esse tipo de conhecimento a tona se trata de um modo de dimunuir preconceitos, de contribuir para uma sociedade onde a diferença possa ser não temida e rejeitada, mas apreciada e valorizada. O projeto Nhemongarai afirma, desse modo, não somente o compromisso com a soberania alimentar dos povos originários, mas também com o conhecimento como um modo de valorizar a diversidade cultural deste continente e de, assim, proteger e apoiar as vidas e trajetórias indígenas. 

Os textos dessa seção, portanto, estão divididos em quatro partes, Tekoá – Berço do modo de vida guarani, Tapé porã – Mobilidade guarani e sua relação com o cosmos, Nhemongarai – Uma reverência à vida, Mborai miri –  Ressonâncias de fortalecimento e resistência.

(clique nas imagens para visitar os projetos)

Mão de criança segurando sementes
Tapé Porã 
Mãos trançando cesto de palha colorida
Nhemongaraí - Uma reverência à vida 
Milhos de diferentes tipos ao fundo do texto
Mborai miri  - 
Mão segurando instrumento musical de corda similar a violino