Encontros Sementes de Saberes

16 e 23 de agosto, das 19h às 21h (online)
Sementes crioulas agro-ecológicas.

Aguyjevete! O Instituto Caminho do Meio – Canelinha, com apoio do Fundo Casa Socioambiental, convida a todes para participar dos encontros “Sementes de Saberes”, que constituem um dos eixos do Projeto Nhemongarai. A proposta dos encontros, que ocorrerão dias 16 e 22 de agosto, das 19h às 21h, é gerar um espaço – ainda que virtual – para trocas de saberes entre a comunidade dos CEBBs de Santa Catarina e a Aldeia Guarani Tava’i, localizada no município de Canelinha, vizinha da Aldeia CEBB Mendjila. São dois encontros onde contaremos com a presença de Marcelo Benite Kuaray Papa, cacique e liderança da Aldeia Tava’i, para conversar sobre aspectos fundamentais do modo de vida guarani.

No budismo, através dos ensinamentos do Lama Padma Samten, busca-se entender a impermanência que permeia a realidade, a consciência do vazio e seu preenchimento luminoso, que se dá, também, na contemplação de outras culturas como reflexo do que somos. O resultado é um processo dinâmico, interativo e interreligioso. Interreligioso pois não há, para os Guarani e tampouco para o budismo, concepção de vida separada do que é sagrado e divino.

“São conhecimentos não apenas no nível material, no nível da natureza, mas na inseparatividade entre todas as dimensões, que inclui também a dimensão espiritual”

Lama Padma Santem

É com a aspiração de tecer aproximações da visão do Dharma (do Budismo) com o Nhandereko (modo de vida guarani) que convidamos a todes para se inspirar junto com os encontros Sementes de Saberes! Confira a programação:

16/08 – Segunda-feira, 19h-21h

Tekoá: O lugar como modo de ser

Essa primeira semente pretende trazer a importância da noção de tekoá, lugar onde se é possível viver o nhandereko, modo de vida guarani. Para o povo Guarani, na plataforma terrestre, yvy rupa, não existem fronteiras, sendo as cercas e muros uma expressão do modo de vida dos juruá, os não-indígenas. Neste encontro, Marcelo Kuaray deseja mostrar como viver de outros modos – que não o “mundo das cercas” – é possível, trazendo reflexões do povo Guarani para ampliar as nossas visões de mundo.

23/08 – Segunda-feira, 19h-21h

Nhemongarai: Uma reverência à vida 

A segunda semente pretende evocar reflexões sobre o Nhemongarai, ritual ancestral Guarani de benção de sementes, de colheita e batismo, o mesmo que dá nome ao Projeto. Esperamos, através da escuta das palavras de Marcelo, aprender um pouco mais sobre como o Nhemongarai ensina sobre modos de se relacionar com o entorno vivo e todos seus seres – humanos, animais, plantas, rochas, elementos – e com a fertilidade e abundância de viver nesta Terra. A intenção é aprofundar e ampliar sensibilidades, inspirar-se e fazer reverberar entendimentos através desta troca.

Venha se aproximar e entrar em contato com o modo de vida guarani e os fundamentos da sua cosmovisão!

Clique na imagem abaixo para saber mais sobre o projeto Nhemongarai.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s